Integração da bicicleta aos transportes públicos será o tema central do biciRio 2012

Rio vai ganhar mais 18,2km de ciclovias até o final do ano

Até o final do ano, a Prefeitura do Rio de Janeiro deverá concluir o projeto do Anel Cicloviário da Ilha do Governador, desenvolvido através de uma parceria entre a Secretaria de Meio Ambiente (SMAC) e a CET-Rio com representantes da sociedade civil (Associação dos ciclistas da Ilha do Governador e Transporte Ativo). As intervenções contam com ciclovias, ciclofaixas, faixas compartilhadas, melhorias nos cruzamentos, implantação de bicicletários e equipamentos de apoio ao ciclista em 14 bairros da localidade.

A área total de projeto é de 18,2 Km com um custo de R$ 1.154.452,29. As obras começaram em julho e integram o conjunto de ciclovias definidas como METAS do Programa Estratégico da Prefeitura “Rio, Capital da Bicicleta”, que visa a fomentar o uso da bicicleta como modal de transporte para médias e curtas distâncias e alimentar o sistema de transporte de massa.

Atualmente o Rio de Janeiro é líder no Brasil em quilômetros de ciclovias construídas e a vice-lider na América do Sul. A Cidade já conta hoje com 282 km de malha cicloviária em operação. Até 2016, a previsão é chegar a 450 km de ciclovias construídas, além do incentivo à instalação de bicicletários, pontos de aluguel de bicicletas e equipamentos de apoio, e da conservação das vias já existentes, de maneira a permitir a integração desse modal aos transportes públicos.

Diversas ações já estão sendo executadas para estruturar a integração, orientar e incentivar essa cultura do uso da bicicleta como modal de transporte urbano na vida do carioca. Uma delas é o Fórum Internacional da Mobilidade por Bicicleta – biciRio , que acontece em sua segunda edição este ano , promovido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Rio de Janeiro, dentro das ações da Semana Nacional de Trânsito .

Este ano o tema central do biciRio, patrocinado pelo Banco ITAU e Fetranspor, será “A integração da bicicleta aos sistemas de transportes públicos”, com a apresentação de modelos já implantados em outras cidades do Brasil e do exterior. O objetivo é contribuir com a melhoria da mobilidade urbana e a redução dos gases de efeito estufa, reforçando a cultura do uso da bicicleta como meio de transporte, promovendo a troca de informações entre cidades com diferentes níveis de experiências na implantação de sistemas cicloviários. Já confirmaram presença os representantes do México, São Paulo e de outras cidades, alem da ONU Habitat.

A programação do fórum será aberta com um passeio ciclístico pela orla da Zona Sul do Rio, no dia 23 de setembro, domingo, e é totalmente gratuita. O evento prossegue nos dias 24 e 25 com visitas técnicas ao Centro de Operações do Projeto Laranjinhas (Sistema de aluguel de bicicletas do Rio de Janeiro) e a um trecho do Sistema BRT da Barra da Tijuca, gerenciado pela Fetranspor, no dia 24. No dia 25, está programada uma agenda de debates técnicos, no Centro Empresarial Rio.

As inscrições podem ser feitas pelo site do evento.

Fonte: Envolverde

Anúncios

Comente!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s